Metalúrgicos aprovam reivindicações para a Campanha Salarial de 2023

Aumento real de 2,5% aos salários e Normativo de R$ 2.000,00 integram a pauta

Os trabalhadores metalúrgicos presentes à Assembleia Geral realizada na manhã de sábado (19), na subsede do Sindmet, em Guaramirim, aprovaram a pauta de reivindicações para a Campanha Salarial de 2023. A data-base da categoria é em 1º de janeiro e a categoria está na luta “Por Democracia e Igualdade de Direitos”, como diz o lema da Campanha, e pela reposição integral da inflação dos últimos 12 meses (até o momento, o INPC está em 4,81%, restando ainda os meses de novembro e dezembro), mais aumento real de 2,5% aos salários e Salário Normativo de R$ 2.000,00. Reivindicações como o direito dos trabalhadores homologarem as rescisões de contrato de trabalho no Sindicato, Auxílio Creche de R$ 350,00 e a promoção da Saúde e Segurança no local de trabalho também integram a pauta a ser negociada com a classe patronal.

O auditório da subsede esteve lotado. O presidente do Sindicato, Vilmar Sizino Garcia conduziu a Assembleia, juntamente com os diretores João Maders e Norberto Volpi, além do diretor e assessor jurídico da entidade, Rodolfo Jagelski. Garcia foi bastante incisivo sobre a necessidade dos trabalhadores valorizarem o seu Sindicato, criticando o grande volume de cartas de oposição ao desconto da contribuição assistencial que são encaminhadas todos os anos. “A Convenção Coletiva de Trabalho tem força de lei e vale para todos os trabalhadores, associados ou não. Sem recursos, não temos como fazer a política sindical”, advertiu o presidente do Sindmet, adiantando que não homologará as rescisões daqueles trabalhadores que se negam a contribuir com a entidade sindical, a partir desse ano.

Logo após a Assembleia, o Sindicato sorteou entre os presentes 40 prêmios de R$ 500,00, em dinheiro, além de 10 cortes de cabelo masculino. Garcia ainda reforçou que a distribuição gratuita do kit com o material escolar para o próximo ano letivo inicia no dia 18 de janeiro e deve prosseguir até o dia 2 de fevereiro de 2023. E falou sobre o atendimento assistencial que o Sindicato disponibiliza aos associados e associadas e seus filhos, através de três médicos e dois dentistas. A pauta de reivindicações deve ser entregue ao sindicato patronal durante esta semana, para início das negociações coletivas de trabalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + 12 =