Metalúrgicos de Jaraguá do Sul e Região estão em plena campanha salarial

Negociações com o Sindicato patronal iniciam no dia 12 de dezembro

A primeira rodada de negociação da Comissão dos Trabalhadores Metalúrgicos com os patrões do setor está agendada para as 16 horas do dia 12 de dezembro, no Centro Empresarial de Jaraguá do Sul (Cejas). A pauta de reivindicações da categoria para a Campanha Salarial, definida em Assembleia Geral realizada no dia 19 de novembro, na subsede do Sindmet, em Guaramirim, foi entregue ao presidente do sindicato patronal, Giovano Ghizoni, no dia 29 de novembro.

A data-base é em 1º de janeiro e a luta é “Por Democracia e Igualdade de Direitos”, como diz o lema da Campanha, e pela reposição integral da inflação dos últimos 12 meses (até o momento, de 4,81%, restando ainda os meses de novembro e dezembro), mais aumento real de 2,5% aos salários e Salário Normativo de R$ 2.000,00. O presidente do Sindmet, Vilmar Sizino Garcia, estima que a inflação do ano deva fechar entre 6,5% e 6,8%.

Garcia lembra que os próprios patrões também têm a sua pauta de reivindicações e isso dificulta bastante as negociações. A atual Convenção Coletiva de Trabalho possui 69 cláusulas e uma das propostas em destaque é o aumento do Salário Normativo em patamares acima da inflação, até porque a média salarial da categoria na região é de R$ 2.600,00. “Estamos buscando um acréscimo de pelo menos R$ 300,00 sobre o atual valor do Normativo, passando para R$ 2.000,00 a R$ 2.100,00, mas sabemos que não será fácil de negociar”, adianta.

Reivindicações como o direito dos trabalhadores homologarem as rescisões de contrato de trabalho no Sindicato, Auxílio Creche de R$ 350,00 e a promoção da Saúde e Segurança no local de trabalho também integram a pauta a ser negociada com a classe patronal.

Presidente do Sindmet, Vilmar Garcia, e a pauta de reivindicações dos trabalhadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 13 =