Conselho de Trabalho e Emprego realiza Plenária mensal no Sindmet

Reunião aconteceu na manhã do dia 18 de julho

Pela primeira vez em sua história, o Sindicato dos Metalúrgicos sediou a plenária mensal do Conselho Municipal do Trabalho, Emprego e Renda de Jaraguá do Sul, realizada no dia 18 de julho. O CTER reúne representantes de entidades da sociedade civil e do Poder Público, com o objetivo de formular políticas públicas que assegurem a qualificação profissional voltada ao preenchimento de vagas no mercado de trabalho, e é presidido atualmente pelo representante da Apevi (Associação das Micro e Pequenas Empresas do Vale do Itapocu), Emerson Gonçalves. “Temos muita honra em compor o Conselho enquanto representação da classe trabalhadora e, mais ainda, em receber os conselheiros para traçarmos estratégias que capacitem os nossos trabalhadores e trabalhadoras”, afirma o presidente do Sindmet, Vilmar Sizino Garcia.

Os trabalhadores metalúrgicos estão representados no Conselho pelo dirigente sindical João Maders, secretário de Finanças e Patrimônio, que pretende utilizar as mídias sociais do Sindicato para divulgar principalmente as ações do SINE (Sistema Nacional de Emprego) em Jaraguá do Sul. “As vagas de emprego precisam ser divulgadas com prioridade e temos essa ferramenta para contribuir neste sentido”, disse João Maders, reforçando ainda a importância da qualificação profissional. O presidente Vilmar Garcia lembrou que o Sindicato tem o grande sonho de promover cursos de qualificação voltados aos associados da entidade, algo que já foi mencionado durante as negociações coletivas com o sindicato patronal, no início do ano. “Temos um sonho e vamos torná-lo realidade”, reforçou.

O coordenador do SINE, advogado Douglas Venturi anunciou, por sua vez, a realização da nova edição do “Qualifica Jaraguá”, que inicia na segunda quinzena de agosto e irá oferecer 260 vagas para 13 cursos profissionalizantes nas mais diversas áreas, como Construção Civil, Têxtil, Metalúrgica, com carga horária de 80 a 160 horas/aula. Os cursos são 100% gratuitos, em convênio com o Senai, sendo que 80% do valor é custeado pela Prefeitura e outros 20%, pelas empresas. A maioria das vagas são destinadas a pessoas em situação de vulnerabilidade e desempregadas. Na primeira edição do “Qualifica Jaraguá”, no ano passado foram formados 172 alunos, dos quais 103 já estão encaixados no mercado de trabalho.

Douglas Venturi também divulgou os dados de empregos, em Jaraguá do Sul, disponíveis na plataforma digital do SINE. No total, 991 empresas utilizaram a plataforma, que ofertou 8.848 vagas, tendo 11 mil currículos cadastrados, 223 cursos profissionalizantes, 178 deles ativos e 555 vagas ainda em aberto. O coordenador do SINE divulgou ainda dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), de janeiro a maio de 2023: Jaraguá do Sul aparece como a sexta cidade em empregos gerados no período, com 16.026 admissões, 14.279 demissões e um saldo positivo de 1.747 empregos. O município aparece atrás apenas de Joinville, Blumenau, Itajaí, Chapecó e Navegantes.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete − quatro =