Saúde mental no ambiente de trabalho

O trabalho é visto como fundamental em nossa sociedade. Mas, apesar de ser fonte de renda para muitos e de realização pessoal para alguns, os ambientes de trabalho podem apresentar fatores de risco à saúde psicofísica dos trabalhadores, podendo causar danos psicológicos, sociais e físicos.
 
Recentemente, diversos casos de suicídio praticados por motivos relacionados ao trabalho em empresas europeias e norte americanas tiveram repercussãointernacional. Esses acontecimentos demonstram uma urgência em todo o mundo: a necessidade de promover a melhoria das condições de trabalho e de valorizar o trabalhador.
 
No Brasil, segundo dados do Isma-BR, representante no país da International Stress Management Association, apenas 18% das empresas brasileiras possuem algum programa com foco na saúde mental do empregado. Esses números provam a deficiência do país em priorizar ações de prevenção ao suicídio dentro dos ambientes laborais.
 
Com relação aos setores mais afetados, um estudo feito pelo Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (ISC/UFBA), publicado em 2019, mostrou que a taxa de suicídios em 2015 era maior entre trabalhadores rurais, 20,5%, seguido de trabalhadores da indústria, 14,2%. Grupos como servidores de instituições militares, vendedores e trabalhadores de serviços de proteção e segurança, assim como empregadas domésticas, também apresentaram estimativas elevadas.
 
Portanto, a realidade brasileira demonstra a necessidade de incorporar ações de prevenção no ambiente de trabalho por meio de programas de promoção da saúde e qualidade de vida no âmbito das empresas e instituições.
 
Se você está passando por um momento difícil ou conhece alguém que precisa de ajuda, LIGUE 188 – Centro de Valorização da Vida (CVV).
 
Você também pode buscar ajuda em um estabelecimento com atendimento de saúde mental mais próximo. O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza o aplicativo gratuito ConecteSUS e o Mapa da Rede de Atenção Psicossocial, elaborado na plataforma Google Maps.
 
Fonte: Matéria publicada no site Sindicatos Online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − vinte =